ARTHUR

Lilypie Kids Birthday tickers

DANIEL

Lilypie Kids Birthday tickers

quarta-feira, 31 de março de 2010

Os sentidos e a aprendizagem


Participei de um curso para professores de educação infantil, ministrado por uma psicopedagoga.
Compartilharei com vocês, nesse e em outros posts, o material que nos foi dado.

Let's go!

COMO AS PESSOAS APRENDEM?

Através dos sentidos!

Paladar - 1%
Tato - 1,5%
Olfato - 3,5%
Audição - 11%
Visão - 83%


Uma nova informação é recebida da seguinte forma e proporção:

10% do que lêem
20% do que ouvem
50% do que vêem e ouvem
70% doq ue falam
90% do que falam e fazem



Essa tabelinha abaixo é muito legal. É o TEMPO DE ATENÇÃO, de acordo com a faixa etária, ou seja, o tempo que uma pessoa consegue ficar atenta a algo, sem se distrair.



Sabendo disso, podemos nos tranquilizar pelo fato de nosso filho enjoar rápido de um brinquedo ou se distrair num piscar de olhos quando você, toda entusiasmada, está contando uma historinha!

segunda-feira, 29 de março de 2010

Sopa de Canjiquinha com carne e tomate


Fiz para o Arthur hoje e ele adorou! O único problema dessa receita é que demora muito para cozinhar, por isso, fiz uma receita inteira (rende 12 porções) para congelar o restante.

Ingredientes:
4 dentes de alho picados
2 colheres (sopa) de óleo
500 g de alcatra ou coxão duro duro cortado em pedaços (fiz com coxão mole e ficou ótima)
4 tomates sem pele, sem sementes e picados (usei tomate cereja com pele e semente mesmo e meia lata de molho de tomate que tinha aberta já na geladeira. Ficou bom!)
3 litros de água (achei que era muito, mas realmente, é essa quantidade mesmo, pois a canjiquinha absorve toda a água)
1 pacote (500 g) de Canjiquinha (alguns conhecem como Xerém)
Sal a gosto
4 colheres (sopa) de salsinha picada

Modo de Preparo:
Em uma panela de pressão (de pelo menos 4,5 L), refogue o alho no óleo até murchar. Junte a carne e frite em fogo alto, mexendo de vez em quando, até dourar por igual. Acrescente 1/2 L de água, os tomates e tampe a panela. Cozinhe por 15 minutos a partir do momento que pegar pres'são. Desligue o fogo e deixe sair pressão. Abra a panela e junte a canjiquinha, a água restante e tempere com sal. Cozinhe em fogo baixo, mexendo de vez em quando (senão empelota), com a panela semitampada, por 1 hora e 15 minutos (!) ou até a canjiquinha e a carne ficarem cozidas e o caldo engrossar. Verifique o tempero e coloque a salsinha picada. Misture e sirva quente com molho de pimenta vermelha se desejar.

Tempo de preparo: 15 minutos
Tempo de cozimento: 1 hora e 30 minutos

DICA DA MINHA SOGRA: Deixar a canjiquinha de molho, de um dia para outro, para reduzir o tempo de cozimento!

BOM APETITE!

sexta-feira, 26 de março de 2010

Adesivos para paredes e portas! - Editado!

Adorei!

Da Six under a tree Studio.







Brinquedos educativos em feltro! - Editado!

Olhem que coisas mais fofas, da Evgie.



Conversa entre dois bebês

É antiguinha, mas muito engraçada! Anna Clara, essa é pra você!


- E aí, véio?

- Beleza, cara?

- Ah, mais ou menos. Ando meio chateado com algumas coisas.

- Quer conversar sobre isso? – É a minha mãe. Sei lá, ela anda falando umas coisas estranhas, me botando um terror, sabe?

- Como assim?

- Por exemplo: há alguns dias, antes de dormir, ela veio com um papo doido aí. Mandou eu dormir logo senão uma tal de Cuca ia vir me pegar. Mas eu nem sei quem é essa Cuca, pô. O que eu fiz pra essa mina querer me pegar? Você me conhece desde que eu nasci, já me viu mexer com alguém?

- Nunca.

- Pois é. Mas o pior veio depois. O papo doido continuou. Minha mãe disse que quando a tal da Cuca viesse, eu ia estar sozinho, porque meu pai tinha ido pra roça e minha mãe passear. Mas tipo, o que meu pai foi fazer na roça? E mais: como minha mãe foi passear se eu tava vendo ela ali na minha frente? Será que eu sou adotado, cara?

- Sabe a sua vizinha ali da casa amarela? Minha mãe diz que ela tem uma hortinha no fundo do quintal. Planta vários legumes. Será que sua mãe não quis dizer que seu pai deu um pulo por lá?

- Hmmmm. pode ser. Mas o que será que ele foi fazer lá? VIXE! Será que meu pai tem um caso com a vizinha?

- Como assim, véio?

- Pô, ela deixou bem claro que a minha mãe tinha ido passear. Então ela não é minha mãe. Se meu pai foi na casa da vizinha, vai ver eles dois tão de caso. Ele passou lá, pegou ela e os dois foram passear. É isso, cara. Eu sou filho da vizinha. Só pode!

- Calma, maninho. Você tá nervoso e não pode tirar conclusões precipitadas.

- Sei lá. Por um lado pode até ser melhor assim, viu? Fiquei sabendo de umas coisas estranhas sobre a minha mãe.

- Tipo o quê?

- Ela me contou um dia desses que pegou um pau e atirou em um gato. Assim, do nada. Puta maldade, meu! Vê se isso é coisa que se faça com o bichano!

- Caramba! Mas por que ela fez isso?

- Pra matar o gato. Pura maldade mesmo. Mas parece que o gato não morreu.

- Ainda bem. Pô, sua mãe é perturbada, cara..

- E sabe a Francisca ali da esquina?

- A Dona Chica? Sei sim.

- Parece que ela tava junto na hora e não fez nada. Só ficou lá, paradona, admirada vendo o gato berrar de dor.

- Putz grila. Esses adultos às vezes fazem cada coisa que não dá pra entender.

- Pois é. Vai ver é até melhor ela não ser minha mãe, né? Ela me contou isso de boa, cantando, sabe? Como se estivesse feliz por ter feito essa selvageria. Um absurdo. E eu percebo também que ela não gosta muito de mim. Esses dias ela ficou tentando me assustar, fazendo um monte de careta. Eu não achei legal, né. Aí ela começou a falar que ia chamar um boi com cara preta pra me levar embora.

- Nossa, véio. Com certeza ela não é sua mãe. Nunca que uma mãe ia fazer isso com o filho.

- Mas é ruim saber que o casamento deles é essa zona, né? Que meu pai sai com a vizinha e tal. Apesar que eu acho que ele também leva uns chifres, sabe? Um dia ela me contou que lá no bosque do final da rua mora um cara, que eu imagino que deva ser muito bonitão, porque ela chama ele de “Anjo”. E ela disse que o tal do Anjo roubou o coração dela. Ela até falou um dia que se fosse a dona da rua, mandava colocar ladrilho em tudo, só pra ele pode passar desfilando e tal.

- Nossa, que casamento bagunçado esse. Era melhor separar logo.

- É. só sei que tô cansado desses papos doidos dela, sabe? Às vezes ela fala algumas coisas sem sentido nenhum. Ontem mesmo veio me falar que a vizinha cria perereca em gaiola, cara. Vê se pode? Só tem louco nessa rua.

- Ixi, cara. Mas a vizinha não é sua mãe?

- Putz, é mesmo! Tô ferrado de qualquer jeito.

terça-feira, 23 de março de 2010

CARBOXITERAPIA - Estrias, pra que te quero? - EDITADO

É, gente! Eu quase que viro uma espécie rara de mamífero, mistura de homo sapiens com o equídeo selvagem abaixo, a zebra.


É sério! Mesmo tendo me besuntado toda durante a gravidez inteira com cremes, óleos e o escambau e ter engordado quase 20 quilos, acho que a genética falou mais alto. Minha pele está na moda, quase que já pode ser usada para fabricar sapatos, roupas, cintos... Entenderam, né? ESTRIAS, as tão temidas ESTRIAS marcaram meu corpinho escultural! (hahaha... Isso foi uma piada, só para descontrair, porque o assunto é sério!)

Bom, chega de lamúrias!

O fato é que decidi acreditar no impossível! Minhas estrias vão QUASE sumir. Resolvi fazer a tal da carboxiterapia. Trata-se de uma moderna técnica na qual o gás carbônico é injetado no tecido subcutâneo utilizando-se uma agulha muito fina, melhorando a circulação e oxigenação dos tecidos, promovendo o combate da celulite, gordura localizada e flacidez. Ou, no meu caso (não que eu não tenha os demais atributos citados...), as estrias, pois ela estimula a formação de colágeno e novas fibras elásticas.

Minha dermato disse que só dá para notar alguma diferença normalmente a partir da quinta a oitava sessão. Só fiz duas até agora! E vou dizer, DÓI! Tipo uma ferroada de abelha, saca? Tem lugares que doem mais que outros, mas dá pra suportar!

Vou colocar uma foto minha de biquini, com o ANTES e com o DEPOIS!

Brincadeirinha... Não sou tão narcisista corajosa assim!

Mas prometo dizer se o resultado foi satisfatório ou não! Aguardem!

Pois é, gente! Agora que engravidei, não posso mais fazer as sessões de carboxiterapia. Faltavam apenas duas (O que são R$ 120,00 jogados no ralo, né?). Bom, na verdade estou bem feliz de não precisar ir mais lá. O resultado? Não notei nenhuma melhora significativa, somente aquela que, com o próprio tempo ocorre. As estrias ficaram um pouco menos aparentes (eu acho!). Na minha pele, o troço não deu certo! Minha amiga tem uma amiga que fez (ela tinha só um pouquinho na barriga) e resolveu. Mas não me arrependo, pelo menos tentei, né?

Produtos de higiene para bebês - Editado em 05/2012

Antes que eu me esqueça, preciso listar aqui alguns dos produtos que usei no Arthur e Daniel e o que achei deles.

Vamos lá!

FRALDAS DESCARTÁVEIS

- Turma da Mônica Básica (Tripla Proteção): muito boa, porém, comparando com a Pampers, ela é meio "durinha" por fora, mais plastificada.
- Turma da Mônica Soft Touch: mais macia e anatômica que a Básica. Mas, ainda assim, prefiro a Básica da Pampers.
- Turma da Mônica Mega Conforto Dia e Noite: Nunca usei.
- Pampers Básica (Supersec): melhor opção para o dia, considerando custo-benefício. Para as mães que trocam o bebê sem esperar que a fralda fique muito cheia. Ela é confortável, com boa absorção e bem anatômica.
- Pampers Total Confort: Ela é mais confortável (mais macia) que a Pampers Básica. Já cheguei a usar só ela, para o dia e noite, mas percebi que não tinha necessidade de uma fralda com alta absorção pois ao trocar o Daniel (cocô), via que não tinha sido usada nem a metade de sua capacidade. Então, estou optando pela Básica de dia mesmo.
- Pampers Noturna e Diurna: É a melhor das melhores. Uso só de noite. Super Confortável e mega absorvente. Nota: não é milagrosa. Se o bebê urinar muito de noite ou se dormir em uma posição que facilite a saída do xixi (ainda não sei qual é essa posição. Quem souber, me avise!), pode vazar!
- Johnson: não me lembro do motivo (novidade!), mas usei só as que ganhei e não usei mais.
- Pom Pom: Achei ruim! Claro, mais barata, menos gel para absorver o xixi!
- Scooby-Doo: Meia boca! Dá pra usar em uma emergência!
- Huggies Natural Care: Ma-ra-vi-lho-sa. Super macia, anatômica e absorvente. Achei até melhor que a Pampers Total Confort, mas é mais cara.

SHAMPOO

- Natura: muito cheiroso e deixa o cabelo sedoso.
- Turma da Mônica: é cheiroso, mas deixa o cabelo do Arthur seco.
- Johnson: muito cheiroso e deixa o cabelo sedoso.
- Shampoo Spider-Man: bom e muito cheiroso. Uso no Arthur enquanto está na fase do Homem-Aranha.
- Shampoo Spider-Man 2 em 1: bom e muito cheiroso. Estou usando esse no Arthur também, pois economiza uma choradeira na hora de tirar o shampoo/condicionador.


CONDICIONADOR

- Natura, Turma da Mônica e Johnson: todos bons e cheirosos. Não senti diferença quanto à "sedosidade" rs
- Condicionador Spider-Man: bom e muito cheiroso.

PERFUME

- Água de Colônia Mamãe e Bebê sem Álcool, da Natura (tanto a Tradicional quanto a de Flor de Laranjeira) : clássicas e muito cheirosas.
- Colônia da Johnson: Nunca usei, mas o Theo, amiguinho do Arthur, usa e é bem cheirosa
- Spulókis - Colônia Meninos, do Boticário: é a que o Arthur usa atualmente e é uma delícia! Aplicação com spray, bem prático.
 

SABONETE

- Johnson Baby: É o que mais uso e não é muito caro.
- Natura: Já usei, é gostoso, mas é mais caro.
- LifeBuoy: Estou gostando. Não tem tanto cheirinho de nenê, mas é gostoso (achei uma ótima promoção por menos de R$ 0,80). E promete eliminar quase todas as bactérias, principal benefício.

POMADA ANTI-ASSADURA

- BabyMed: Só está difícil de achar para comprar, mas além de ser uma das mais baratas, ela é muito boa.
- Turma da Mônica (Huggies): Muito boa (é a que estou usando atualmente), mas é bem mais cara que a BabyMed
- Hipoglós: Por incrível que pareça (pois muitas mães usam e gostam), não gostei muito! Achei ela muito grossa e, além disso, é bem cara.
- Dermodex Tratamento: Muito boa, mas é caríssima (tipo R$ 30,00). Usei uma vez no Arthur, quando ficou meio assadinho. Ela é própria para o tratamento de assaduras.
- Dermostatin: Descobri que é idêntica à Dermodex Tratamento, mas a metade do preço. Imprescindível para quando estão meio assadinhos ou só com uma leve vermelhidão que pode evoluir para algo mais grave.
- Bepantol Baby: Ela é boa, mas muito cara, densa e grudenta que nem a Hipoglós.
- Turma da Xuxinha (Baruel): Boa, mas difícil de achar.


LENÇOS UMEDECIDOS
(Só uso quando saio de casa. Em casa, prefiro usar algodão e água.............. Algum tempo depois e mais um filho............ Agora só uso lenço umedecido!)

- Baby Wipes: É bom, e dos que vêm em rolo, é o que menos vem encharcado, embora ainda ache que tem excesso de água.


- Dry Baby: Horroroso! Muito fino, frágil (rasga com facilidade) e encharcado! Só para a emergência das emergências!
- Lenços Umedecidos Johnson: excelente. Não vem encharcado e não "esfarela" quando passa várias vezes na pele do bebê. Desses que listei, considero o melhor.
- Lenços Umedecidos Huggies (Turma da Mônica): É ótimo (segunda melhor opção), mas esfarela se passar várias vezes na pele do bebê. Só uso esse agora, pois tem o melhor custo-benefício. É o único com aquele ótimo sistema de fechamento com uma tampinha plástica.

- Natura: nunca usei. Acho caro.
- Pampers: acho que nunca usei. Já ouvi falar que é bom.


segunda-feira, 22 de março de 2010

Éééé o mundo de Eeeeeeelmo!

O Arthur adora cantar a musiquinha do final de O MUNDO DE ELMO! E eu aproveito pra dar umas desafinadinhas junto...

Olha só!

video

domingo, 21 de março de 2010

Criação de filhos e RELIGIÃO!

Como sou formada em Teologia, adoro abordar esse assunto - RELIGIÃO - e tenho uma enorme tendência a querer esmiuçá-lo, para não generalizar ou banalizar. Por isso, pelo menos nesse post, vou ficar estrategicamente em cima do muro (isso é bem mais confortável, confesso!), apenas observando o movimento. Porque ninguém aqui quer ler um tratado de Teologia num blog sobre assuntos de maternidade, né?

Serei bem superficial e imparcial no assunto e na exposição de minha própria experiência, para não influenciar as respostas e comentários dos leitores. Apenas direi que sou cristã e quero influenciar meu filho nessa direção. Sei que há mães que não querem influenciar seus filhos para nenhum tipo de manifestação religiosa, existindo até mesmo manuais sobre como criar um filho ateu.
Em tempo: emprestarei um parágrafo do livro "Quem ama, educa", de Içami Tiba, que achei bem didático, para esclarecer que religião é diferente de religiosidade.

A religião é a espiritualização da religiosidade. Seus dogmas, credos e práticas foram sistematizados por seres humanos elevados que captaram a importância dos ritos para concretizar a espiritualização.


QUAL É A SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ASSUNTO?

 Gostaria muito de saber. Deixe um comentariozinho aí! rs

Mais filhos!

Sempre sonhei em ter a casa cheia de filhos, amigos, amigos dos filhos, etc, etc...

Meu plano inicial era engravidar logo depois que o Arthur completasse 1 ano ou, no mais tardar, 2 anos, para que a diferença de idade entre os filhos não fosse muito grande.

Por enquanto, nossos planos tiveram que ser adiados, pois nossa casa não comporta mais uma criança e não temos perspectivas de mudar tão cedo.

Olha que linda a Vanessa Giácomo, grávida de 5 meses (jan/2010) e com um filho de 2 anos. Era mais ou menos isso que eu planejava.

sábado, 20 de março de 2010

19º Festival de Teatro de Curitiba



Há muitas peças gratuitas, como esta que fomos ver hoje.

Levei o Arthur para ver HERÓIS NATURAIS.

Uma historinha muito educativa e engraçada. Os personagens eram o Chorume, Moscão, "Latão", "Plástico", Água Doce e Ozônio.
Conta a história de Chorume e seu amigo Moscão, que querem transformar o mundo em uma montanha de lixo. Um dia, no lixão, surge a bela Água Doce e seu amigo Ozônio. O bem e o mal estão prestes a se confrontar em um duelo quando, inexplicavelmente Chorume se apaixona por Água Doce.

Foi na Praça Santos Andrade, às 10h. Valeu a pena enfrentar o "solão na cara"!
 
Aguardando começar...

Espetáculo rolando!

Com os heróis.

sexta-feira, 19 de março de 2010

Decoração impressionante!

Meu povo, olhem que coisa mais SEN-SA-CI-O-NAL o que essa decoradora russa faz!
WONDERFUL!!!
Assim que eu me lembrar o nome dela e o site de onde tirei as fotos, colocarei aqui! Prometo!
Cafeteria

Lugar para crianças brincarem!


Área de recreação

Sapatinhos lindos!

Mereciam um post, né?

Mais lindezas como estas, é só entrar no site da própria marca, Gracious May, ou ver pelo Etsy.





quarta-feira, 17 de março de 2010

Roupas e acessórios para bebês modernos! - Editado

Desde que engravidei, comecei a pesquisar roupas para comprar para o Arthur e notei que dificilmente você encontra roupas e acessórios para bebês que fujam do tradicional azul-bebê, verdinho claro, amarelinho... ou dos ursinhos, carrinhos... Nada moderno!

Pois bem, nem tudo está perdido!
Vou listar algumas lojas ou sites que encontrei, para mamães modernas e bebês de atitude! Algumas, infelizmente, com poucas opções para MENINOS!
Consegui copiar as fotos!

Consegui copiar as fotos!


Related Posts with Thumbnails