ARTHUR

Lilypie Kids Birthday tickers

DANIEL

Lilypie Fifth Birthday tickers

sexta-feira, 14 de maio de 2010

ARTHUR com 1 ano e 10 meses - ou Da primeira "surra"

ALGUNS MOMENTOS DESSE MÊS

Após comer um chocolatezinho, no colinho do papai!
  
Mamãe querendo me dar um cheirinho, no Dia das Mães!

Meu dinossaurozinho!

Agora mais inofensivo! Meu patinho!


Recebi hoje o boletim mensal do BabyCenter com algumas informações sobre a fase que o Arthur se encontra.

E olha o que diz a primeira frase:

"A teimosia é uma das marcas registradas desta fase. Ele quer fazer tudo sozinho, e tem mil caprichos. Deixe-o escolher de vez em quando. O segredo é dar opções, desde que sejam opções pré-aprovadas por você. Assim você corre menos o risco de ele querer sair de short e camiseta sem manga num dia gelado."

Nada mais verdadeiro!


DAS MEIAS VERDADES

A mania do momento agora é tirar as meias... Se ele fica só de meia, ele fica SEM meias... O segredo é ficar sempre de tênis (ele adora!). Porque nesse frio aqui de Curitiba, pés descalços no chão não dá.

O título foi só pra fazer um trocadilho! rs... Mas a história é real!

 Sem meias...

CHEIROSO OU GOSTOSO?

Dia desses, dei a ele um sabonete da Natura que é manipulável, como uma massinha, para ficar brincando durante o banho! Lá tô eu, ensaboando minha cabeça, e o Arthur na banheira, quietinho... Quando olho, o sabonete-massinha estava com uma baita de uma mordida! E ele com uma cara de "quem comeu e não gostou", literalmente! Deu um minuto e ele começou a vomitar... Ainda bem que estávamos debaixo do chuveiro e ele devolveu o pedacinho engolido. Mas a culpa foi minha... Dizia: para maiores de 3 anos!
BEIJOS

Às vezes, sai distribuindo beijos em todos e TUDO. Ontem, o privilegiado foi o pé da vovó, que recebeu muitas bitocas voluntárias. De vez em quando quer ficar beijando a minha boca (Adoro!) e a do papai (Papai não gosta! Só no rosto!)


SAÍDA DO BANHO

Eita dificuldade de tirar esse menino do banho... Não, não é que ele não quer sair... A dificuldade está em conseguir pegar ele da banheira (Pense no frio aqui de Curitiba!), colocar a touca da toalha na cabeça enrolá-lo, sem deixar a toalha cair na água ou no chão. Detalhe: eu também estou molhada e tenho que me enxugar primeiro, dentro do box, pra depois fazer tudo aquilo, antes de abrir o box. Alguém tem uma boa idéia?


MÃOS LIMPAS

Isso deve ser genético: Arthur detesta ficar com as mãos sujas. Quando tem farelo, areia, qualquer pedacinho de papel ou cabelo, ele limpa na calça, esfrega uma mão na outra ou estica o braço pra eu limpar pra ele.


CALA A BOCA!

Arthur adora seu vizinho, Pedro (Pedo!). Ele deve ser uns 2 anos mais velho e nunca brincaram juntos. Mas o Arthur não pode escutar a voz do Pedro que logo fica falando: Pedo! Pedo! Daí, quer que eu o levante por cima do muro pra ficar vendo o Pedro de lá. Esses dias, o levantei, mas logo meus braços cansaram e tive que baixá-lo. Foi aquela choradeira... A surpresa foi ouvir o Pedro gritar de lá: Cala essa boca!  rs... Crianças!


REFRIGERANTE

Não me crucifiquem, mas, de vez em quando (tipo 1 vez/semana), o Arthur toma uns golinhos de refrigerante! A verdade é que ele AMA, principalmente coca-cola! O primeiro encontro entre eles foi proporcionado por uma tia minha... Foi paixão ao primeiro gole! Por isso, quando vamos almoçar fora, ninguém toma nada durante a refeição, porque se ele vê, só quer ficar tomando, tomando, tomando... Até o último pingo! É mole?


COBERTOR

Até esses dias atrás, o Arthur só dormia muito bem agasalhado, porque cobertor não parava em cima dele. Agora, está até puxando o cobertor pra cima dele.


GARATUJA

Esse palavrão aí nada mais é que... sabe aqueles risquinhos na parede? Então... ganhei novas obras de arte!

PRECISA FALAR?

Uma vez o pediatra do Arthur disse que cada criança se desenvolve de forma diferente, se especializando em algumas coisas em detrimento de outras. Umas, aprendem a falar mais cedo, outras, a andar... E assim vai! O Arthur? Acho que ele chuta muito bem uma bola! Falaaaar, falaaaar, falaaaar... tipo frases, essas coisas mais complexas, ainda não. Mas tô pensando seriamente em colocar o piazinho em uma escolinha de futebol!

Olha o que diz o boletim do BabyCenter:
Outra habilidade mais desenvolvida nesta fase é a de chutar uma bola grande sem cair. Não se preocupe se seu filho estiver tendo certa dificuldade para se equilibrar em uma perna só a fim de chutar com a outra. Simplesmente mostre como se faz e depois jogue a bola para que ele tente. Festeje mesmo que ele só consiga encostar a pontinha do pé e fazer um minimovimento: "Que golaço!".
É possível que a criança já esteja craque em correr, mas não muito boa em parar ou virar para um lado uma vez que tenha pego impulso. Prepare-se para as quedas e os muitos machucados que vêm pela frente, até que a coordenação para desacelerar melhore.

Não é querer falar, não, mas... o Arthur já faz isso a alguns meses! Agora ele, não só chuta, mas, joga a bola e a chuta no ar! É, minha gente... Pra que falar?

Se bem que, segundo o mesmo boletim, "o vocabulário típico de uma criança de 1 ano e 10 meses geralmente consiste em cerca de 20 palavras". Acho que ele sabe até mais.

Não tem nem como colocar aqui as novas palavras que ele já andou soltando... São muitas, como: obrigado (adado), por favor (ovô), Garibaldo (Abado), Bel, colo...  Mas falaaaaar, falaaaar, ainda não.


RATATOUILLE


Já viram esse filme? É muito fofo, né? Sabe quando o ratinho fica na cabeça do menino, guiando suas mãos através de puxadinhas no cabelo? Às vezes, me sinto como esse menino. O Arthur não fala com aqueeeeela eloquencia, mas se vira muito bem. Eu pego ele no colo e ele vai direcionando... Aponta ali, acolá... Joga o corpo um pouco pra direita, um pouco pra esquerda... Até conseguir chegar onde queria.


TAPINHAS (Fred Astaire da madrugada)

É, gente... Eu já até andei dizendo por aqui que não queria bater no Arthur, blá, blá, blá, blá... Continuo com o mesmo pensamento. No entanto, abri uma excessão esses dias.

Visualize a situation:
Arthur dormindo há algumas horas... No relógio, quase 3 horas da manhã e mamãe estava quaaaaase conseguindo esquentar o pé na perna do papai, que também estava dormindo há horas. De repente, uma choradinha (às vezes, acontece... ignora-se e tudo fica normal de novo). Ignorei. Mas o choro não parou. Fui até o quarto, vi se estava tudo bem (fralda, cobertor, nariz, chupeta, cheirinho...), nada de anormal. Pensei: É o dente! Os benditos caninos, que estão nascendo!


Dei uma massageada com o dedo, mas o choro continuou... Agora parecendo uma sirene de ambulância... Fiquei ali, do lado do berço, tentando acalmá-lo, passando a mão nas costinhas, cantando... Quanto mais eu tentava acalmá-lo, mais forte ele chorava. Peguei ele no colo... piorou de vez. Foi como se tivesse colocado ele em cima de um braseiro. O choro não era como de costume, que ele está meio dormindo e chorando... Ele realmente tinha acordado e estava decidido a assim permanecer! Agora o choro estava meio rouco... Forçado... Era ela: a birra! Resolveu aparecer em uma das madrugadas mais frias do ano... Falei, brava, que era pra ele parar de chorar. Nada! O choro era cada vez mais forte! De repente, começou a sapatear no ar... Sabe, Fred Astaire?

Respirei muito fundo, mas não deu... Virei o bumbum dele, dei uns tapinhas, acendi a luz e falei: Mamãe bateu no seu bumbum porque você está chorando sem motivo. Não é pra chorar mais, tá bom? Mamãe não quer bater de novo no seu bumbum...

Ele, com o olho arregalado (tipo: Minha mãe enlouqueceu!), PASMEM, parou, na hora!

Confesso que só consegui dormir (lá pelas 4h) depois que chorei um monte analisei toda a situação e vi que tinha feito a coisa certa, da forma certa, na hora certa.

Meu marido também me apoiou, dizendo que agi corretamente... nessas alturas, ele e toda a vizinhança já tinham acordado!

Existem muitos versículos bíblicos que nos orientam, nesse sentido. Todos são do livro de Provérbios:

13.24 - Quem se nega a castigar seu filho não o ama; quem o ama não hesita em discipliná-lo.
22.15 - A insensatez está ligada ao coração da criança, mas a vara da disciplina a livrará dela.
23.13 - Não evite disciplinar a criança; se você a castigar com a vara, ela não morrerá.
29.15 - A vara da correção dá sabedoria, mas a criança entregue a si mesma envergonha a sua mãe.

É claro que esses versículos não dizem respeito apenas à correção feita com uns tapinhas (chineladinhas, varadinhas, ou até mesmo ao famoso "cantinho do castigo", mais usado aqui em casa) mas ao colocar limites na criança, para que ela não se torne uma tirana, uma rainha-mirim, como diz Içami Tiba, no excelente livro, Quem ama, Educa!

No meu caso, não quero que esses tapinhas tornem-se corriqueiros aqui em casa. Pelo contrário, só em úúúúltimo caso, depois de esgotados todos os recursos. Tanto que foi a primeira vez que fiz isso! Considero-me muito paciente e sei que não vou fazer isso por qualquer coisa. Sou a favor dos castigos,  privando-o de algo momentaneamente, para que perceba as consequencias de suas atitudes. Tudo feito com coerência, equilíbrio e, principalmente, MUITO AMOR!

13 comentários:

  1. Quantaaaa novidade,rrsrs..
    meninaaa,ele ta mt fofo e sabido einh??!!
    olha, não se sinta culpada sozinha..meu filho tb ama coca cola( ja desencanei..n que libero geral,ate pq la em casa n entra refri,mas fora de casa,hehehe), tb ja levou uns tapinhas e eu tb chorei depois...
    que alivio seu post me deu,sabia??
    rsrs..thanks! e por isso que adoro essa troca de informações e emoções com essas mamaes blogueiras...
    Bjs e um otimo fim de semana!
    ah,mas que roupa d edinossauro lindaaaaaaaaaa é essa??? é um pijama,ou so macacão? eu a-m-e-i !!

    ResponderExcluir
  2. Oi, hoje começou a corrida pro sorteio lá no www.desconstruindoamae.blogspot.com !

    ResponderExcluir
  3. Oi Mariana, tudo bem, andava sumidinha lá no nosso Blog né? Nem ouví sequer um "sussurrinho" sobre Vila Velha! :(
    Chegou á ver?

    Olha só, qto as Milhas, o meu é com o Programa de Fidelidade da TAM, acho que é uma das melhores, dê uma olhadinha no site. Smiles acredito que seja da Varig, mas Varig e TAM já são a msma coisa não são?!
    e guardando para NY... nossa, essa Curitibana é chic hein!? kkkk
    Falar em Ctba, quer dizer que tá "ardendo" o frio por aí é?! Aqui não é como aí, mas tmbem já deu para puxar aquela coberta!rs

    Agora vamos falar do post de hj: AMEI, muitas informações que sei que ainda irei passar (Pedro com 01 ano e 02 meses).
    Assim:

    1)Banho?! Porquê não tenta 02 banhos separados: 1º ele e depois vc! Faço assim, pq nós 02 juntos fica dificil ainda + nesse frio...
    Depois do banho coloco o Pedro na minha cama com os livros preferidos dele, ou com um delicioso papá (mamadeira) daí deixou a porta aberta do banheiro e consigo tomar + tranquila, claro, aquele banho veloz né?! kkkk

    2) Refrigerante NÃO ACREDITOOOO??? kkkk tô brincando né amiga! Um golinho o Pedro AMAAAAA!!!

    3)Amei as sábias palavras bíblicas, o nosso Pediatra tmbém recomendou o castigo, mas vamos combinar que um tapinha resolve e conserta quase tudo não é?
    E depois graças á Deus nunca fui "espancada" no figurativo da palavra, mas apanhei do meu pai e da minha mãe, e crescí forte e saudável e hj sou uma mulher firme, decidida e FELIZ!

    Falei né?!

    Bjos, bjos e uma ótima segunda!

    ResponderExcluir
  4. Adoro esta troca de informações.
    1. gabi ficou de castigo semana passada, 1 minuto, quem deu foi o pai.
    2. banho. eu dou o banho no gabi primeiro, na banheira dele, e depois de muita briga para sair, isso que moro em poa, rs, friozão mesmo, ele fica brincando em cima da minha cama, com alguma coisa bem atraente a ele, e eu tomo aquele banho ultra veloz com a porta aberta, ou seja, mesma técnica dos amigos acima.
    3. refri....hahahaha, gabi não gostou!!!!não sofro deste mal....
    4. ah, gabi tb tá se tapando agora, apesar de no meio da noite ficar sem o cobertor, mas enfim, já é um começo....ruim é decidir se coloca muita ou pouca roupa nele, já que metade da noite é tapado e o resto destapado....
    beijos e vamos lá!!!!

    ResponderExcluir
  5. Oi Mariana, passando aqui pra retribuir a visita.

    Acho que nossos meninos têm a mesma idade. Por aqui estamos passando por essa mesma fase de birras.

    E essa estória de tirar as meias se repete por aqui. rsss

    beijos

    ResponderExcluir
  6. Já conhece a Mamãeu eu Quero?
    Estamos com novidades para as festas Juninas!
    Passa lá!
    Beijos
    www.mamaeuqueromama.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Menina, quase tenho um ataque aqui qdo vi tua parede, imagino mesmo vc qdo descobriu na hora! Ai, ai, ai... Tenho que começar a praticar o auto-controle desde já pra momentos com esse!!!!
    Adorei a roupinha de dinossauro =]

    ResponderExcluir
  8. Quanta coisa!
    As fotos estão fofas! O biquinho, o dinossauro, o pato, A PAREDE!!! Ai meu Deus!!
    E as dificuldades com certas fases deles!
    Qdo fica demais, eu peço ajuda na creche, não sei qual a magica que fazem, dizem que conversam com ela...mas menina, não é que funciona?! Ela fica calminha até a proxima fase!
    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Arthur é como Pitos, da filosofia: falar para quê se minha mãe me entende? hahahaha Mas tb já me disseram que até os 2 anos eles abrem a boca de vez e danam a tagarelar. Seu Arthur está muito fofo e quase o sequestrei vendo-o de dinossauro! hahaha Lindo! Beijos nos dois.

    ResponderExcluir
  10. Mariana, parabéns pelo teu blog. As idéias são claras e coerentes, até parece que vc tem já uns 5 filhos rsrsrs ...e o Arthur está muito lindo, continue assim e venha nos visitar logo tá? Maribel e família

    ResponderExcluir
  11. ameiiiiiiiiiiiiiiiiiiii
    esses versiculos me deram um alívio


    bjusss

    ResponderExcluir
  12. Eu entendi bem vc! Tbm sou de Curitiba, uma mãe-humanista-vegetariana que trabalha muito com todo tipo de humanização... então tenho sempre aprendido muito.
    Mas a situação que vc contou vem junto com outras condições que poucas mães ainda conhecem: chupeta, dormir em quarto separados, entre outras coisas...
    A maneira como vc vê as coisas é linda! Porém sempre dá para melhorar mais e mais com a decisão pela humanização.
    Hoje já é possível educar os filhos de uma maneira totalmente humanizada, sem um tapa se quer porque não vai ser preciso, somente com certas outras decisões que aprendermos... enfim.
    Pouco a pouco eu coloco sobre este trabalho em meu segundo blog: franpagedois.blogspot
    Seja bem-vinda para aprendermos juntas!
    Um super abraço
    Fran com carinho

    ResponderExcluir
  13. Oi Mariana! Sabe o que vc pode fazer na hora do banho?. Bom é o que faço, sei que moro em SP e o frio é diferente, mas já tirei meu pequeno da banheira, ele toma banho no chuveiro, pois comprei um tapete plástico, ele adora, quanto ao frio feche toda a casa e o banheiro, seque-o no banheiro e o vista lá mesmo, vc vai ver que não vai ter que aguentar aquele chororo. bjs boa sorte

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails