ARTHUR

Lilypie Kids Birthday tickers

DANIEL

Lilypie Kids Birthday tickers

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

FÉRIAS!

Estamos de férias...

Novos relatos e novas fotos em breve!

FELIZ NATAL E ÓTIMO ANO NOVO, ABENÇOADO POR DEUS, PARA TODOS!

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Primeiras papinhas - 6 meses

Dois dias antes de completar 6 meses, dei a primeira papinha salgada para o Daniel.

Cozinhei abóbora cabotiá e um dente de alho, depois amassei ambos com um garfo e acrescentei um pouquinho de sal marinho. Ele adorou!

Fiquei 1 semana dando apenas um tipo de legume por refeição. Agora, estou acrescentando arroz ou macarrão e uma carninha bem desfiada. Tudo amassado apenas com o garfo.

Estou um pouco confusa quanto à rotina de alimentação (papinha doce, papinha salgada, leite materno e complemento). Como ainda não fui ao pediatra, estou fazendo o que acho que é certo, segundo o Dr. Google. Achei algumas informações bem esclarecedoras, vejam: 
.
.
.

Adaptado de:

Primeira papinha “salgada”

Recebe este nome não por conter sal em excesso, mas por diferenciar-se da papa de frutas que tem sabor predominantemente doce. Ela deve ser composta por um alimento de cada grupo apresentado abaixo:


(*) O ovo inteiro (gema e clara) cozido pode ser adicionado na alimentação da criança ao completar seis meses, mas seu uso deve ser avaliado pelo profissional de saúde que acompanha a criança. Deve-se levar em consideração se existe história familiar de alergia alimentar comprovada.

ATENÇÃO! Esses alimentos devem ser fornecidos bem cozidos e amassados.

Quantidade de alimentos que devo oferecer em cada refeição


A partir de 6 meses: iniciar com 2 a 3 colheres de sopa e aumentar conforme a aceitação.

A partir dos 7 meses: 2/3 de uma xícara
De 9 a 11 meses: 3/4 de uma xícara
12 a 24 meses: 1 (uma) xícara ou 250 ml.

OBS.: respeitar os sinais de fome e saciedade da criança. Crianças amamentadas desenvolvem um controle eficaz da saciedade. Não adotar esquemas rígidos.


(*) Duas papas salgadas, sendo uma no horário do almoço e outra no horário do jantar.


(**) A alimentação da família que se refere nesta tabela é uma alimentação com consistência normal (livre), mas livre de frituras, não excessivamente condimentada, sem adição de temperos prontos e gorduras (enlatados, embutidos, gordura animal).
.
.
.

Então, até ler esse artigo estava dando apenas a papinha salgada e, a começar de hoje, a rotina de alimentação do Daniel será mais ou menos assim:
- Primeira mamada do dia só com leite materno (08h);
- Papinha de fruta (11h);
- Papinha salgada (14h);
- Mamada só com leite materno (17h);
- Mamada com leite materno + 60 ml de complemento (20h);
- Mamada com leite materno + 60 ml de complemento (23h).

Vou tentar fazer assim até a próxima visita ao pediatra, dia 19/11.

Dúvida nutricional:
Muitas receitas de papinhas falam para cozinhar as folhas (alface, etc.) junto com os legumes. Isso não "mata" os nutrientes das folhas?

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

ELOGIE DO JEITO CERTO!

Muito legal, interessante e útil!

    Recentemente um grupo de crianças pequenas passou por um teste muito interessante (notícia veiculada na revista Galileu de jan de 2011). Psicólogos propuseram uma tarefa de média dificuldade, mas que as crianças executariam sem grandes problemas. Todas conseguiram terminar a tarefa depois de certo tempo. Em seguida, foram divididas em dois grupos. O grupo A foi elogiado quanto à inteligência. “Uau, como você é inteligente!”, “Que esperta que você é!”, “Menino, que orgulho de ver o quanto você é genial!” ... e outros elogios à capacidade de cada criança. O grupo B foi elogiado quanto ao esforço. “Menina, gostei de ver o quanto você se dedicou na tarefa!”, “Menino, que legal ter visto seu esforço!”, “Uau, que persistência você mostrou. Tentou, tentou, até conseguir, muito bem!” ... e outros elogios relacionados ao trabalho realizado e não à criança em si.

    Depois dessa fase, uma nova tarefa de dificuldade equivalente à primeira foi proposta aos dois grupos de crianças. Elas não eram obrigadas a cumprir a tarefa, podiam escolher se queriam ou não, sem qualquer tipo de consequência. As respostas das crianças surpreenderam. A grande maioria das crianças do grupo A simplesmente recusou a segunda tarefa. As crianças não queriam nem tentar. Por outro lado, quase todas as crianças do grupo B aceitaram tentar. Não recusaram a nova tarefa. A explicação é simples e nos ajuda a compreender como elogiar nossos filhos e nossos alunos.

    O ser humano foge de experiências que possam ser desagradáveis. As crianças “inteligentes” não querem o sentimento de frustração de não conseguir realizar uma tarefa, pois isso pode modificar a imagem que os adultos têm delas. “Se eu não conseguir, eles não vão mais dizer que sou inteligente”. As “esforçadas” não ficam com medo de tentar, pois mesmo que não consigam é o esforço que será elogiado. Nós sabemos de muitos casos de jovens considerados inteligentes não passarem no vestibular, enquanto aqueles jovens “médios” obterem a vitória. Os inteligentes confiaram demais em sua capacidade e deixaram de se preparar adequadamente. Os outros sabiam que se não tivessem um excelente preparo não seriam aprovados e, justamente por isso, estudaram mais, resolveram mais exercícios, leram e se aprofundaram melhor em cada uma das disciplinas.

    Isso não é tudo. Além dos conteúdos escolares, nossos filhos precisam aprender valores, princípios e ética. Precisam respeitar as diferenças, lutar contra o preconceito, adquirir hábitos saudáveis e construir amizades sólidas. Não se consegue nada disso por meio de elogios frágeis, focados no ego de cada um. É preciso que sejam incentivados constantemente a agir assim. Isso se faz com elogios, feedbacks e incentivos ao comportamento esperado. Nossos filhos precisam ouvir frases como: “Que bom que você o ajudou, você tem um bom coração”, “parabéns meu filho por ter dito a verdade apesar de estar com medo... você é ético”, “filha, fiquei orgulhoso de você ter dado atenção àquela menina nova ao invés de tê-la excluído como algumas colegas fizeram... você é solidária”, “isso mesmo filho, deixar seu primo brincar com seu videogame foi muito legal, você é um bom amigo”.
   
    Elogios desse tipo estão fundamentados em ações reais e reforçam o comportamento da criança que tenderá a repeti-los. Isso não é “tática” paterna, é incentivo real. Por outro lado, elogiar superficialidades é uma tendência atual. “Que linda você é amor”, “acho você muito esperto meu filho”, “Como você é charmoso”, “que cabelo lindo”, “seus olhos são tão bonitos”. Elogios como esses não estão baseados em fatos, nem em comportamentos, nem em atitudes. São apenas impressões e interpretações dos adultos. Em breve, crianças como essas estarão fazendo chantagens emocionais, birras, manhas e “charminhos”. Quando adultos, não terão desenvolvido resistência à frustração e a fragilidade emocional estará presente.

Homens e mulheres de personalidade forte e saudável são como carvalhos que crescem nas encostas de montanhas. Os ventos não os derrubam, pois cresceram na presença deles. São frondosos, copas grandes e o verde de suas folhas mostra vigor, pois se alimentaram da terra fértil.

Que nossos filhos recebam o vento e a terra adubada por nossa postura firme e carinhosa.

Texto de Marcos Meier, mestre em Educação, psicólogo, escritor e palestrante.


    Um texto bíblico também nos adverte sobre a importância do que falamos: "Nenhuma palavra torpe saia da boca de vocês, mas apenas a que for útil para edificar os outros, conforme a necessidade, para que conceda graça aos que a ouvem (Efésios 4.29).

    Então, procuremos elogiar nossos filhos de maneira a edificá-los!

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Fotos, enfim...











quarta-feira, 5 de outubro de 2011

ARTHUR com 3 anos e 2 meses / DANIEL com 5 meses

*ficarei devendo as fotos até achar uma forma de baixá-las da minha máquina*

**Perdoem-me, pois não tenho respondido aos comentários, por falta de tempo ou procrastinação mesmo! Mas leio todos com muito entusiasmo, e adoro as dicas, incentivos, etc.!**

Cortei meu cabelo mais um pouquinho... Ando mega cansada, com dores nas costas, juntas, etc... Cabelo continua caindo... Mas estou feliz!

ARTHUR

ROTINA DIÁRIA

Faz tempo que não escrevo sobre a rotina do Arthur (aproximados):
- Acorda às 09h, toma um copo com leite integral, mucilon e sustagen;
- Fica vendo desenho, deitado no sofá, com seu travesseirinho (tem que ser com ele!), chupeta e cheirinho;
- No resto da manhã (enquanto amamento, cuido do Daniel, faço almoço, etc...), alterna entre seus brinquedos e os desenhos na TV (Bolas da vez: ""Go, Diego, go!", "Dora, a Aventureira", "Casa do Michey Mouse", "Toy Story" 1, 2 e 3);
- Almoça 12h/12h30;
- Vai para a escola;
- Volta da escola (geralmente chega dormindo em casa);
- Lancha ou janta;
- Vai dormir às 21h.

SAÚDE
Pegou um conjuntivite dia 14/09. Teve que ficar de molho em casa, sem poder ir à escola. O olho direito ficou tão inchado que parecia um japonês que levou um soco no olho! Só voltou à escola no dia 19/09.
10 dias de antibiótico, de 4 em 4 horas!

FRASES

* Já sabe usar o meio/meia corretamente.
- Mãe, essa cadeira é meio feia!

* Dias atrás, estava comprando frutas no mercado, e, enquanto pego uma banana, passa uma mulher de cabelos claros e molhados perto da gente. O Arthur me olhou e falou:
- Essa mulher é linda! - Ciuminho básico em seguida.

* (nojentinha)
Arthur descobriu a cutucada no buraco do nariz e as coisinhas que saem lá de dentro. Então, quando saía um "tatu" no dedo, ele passava em qualquer lugar, na roupa, no sofá, na parede e até na minha cara! Agora, está aprendendo. Quando sai um tatuzinho no dedo ele vem correndo e fala: - Mãe, tatu! Vou lá, limpo com um papel e jogo no lixo. Pelo menos até ele aprender a enrolar o tatu no dedo e jogar no chão!

* No meu quarto: - Essa cama é a mais linda do mundo!

* Quase todo dia ele diz: Sabia que você é linda, mãe? ou Você é tão linda, mãe!

* Esses dias estava cantarolando uma música estranha e eu perguntei: Que música é essa, filho? Ele: É inglês, mãe!

* Já vimos tantas vezes o filme "A Era do Gelo 3" que esses dias, do nada, ele falou uma frase do filme enquanto estava brincando. Eis a frase do bicho preguiça Sid para a mãe dinossauro: "São meus filhos. Vai ter que passar por cima de mim pra pegar eles."

* Ficamos sem luz por uns minutos aqui em casa e o Arthur não desgrudava da minha perna. Aí, soltou essa: Meu coração tá com medo também!

* "Quanto que é a hora?" - Tradução: Que horas são?

* Coloquei ele sentadinho no banco, de "castigo", por algum motivo que não me lembro agora. No meio do "castigo" falou que queria fazer xixi. Levei ele, fez xixi e voltou para o banquinho. Aí falou: Daqui a pouco você pede pra eu sair, tá?

* Após outro "castigo" sentadinho no banco ele falou: BOBA! Gelei na hora e fiquei pensando se realmente tinha ouvido certo. Na dúvida, perguntei: O que você falou, filho? Ele: Não falei nada! Então concluí que ele realmente disse o que eu ouvi. Ó, céus!

* Aontem = Tradução: ontem
* Fazeu = Tradução: fiz

* Arthur adora ir ao mercado. Quando volta da escola, sempre passamos na frente de um. 
- Vamos no mercado, mãe?
- A gente já foi ontem, não tem mais nada pra comprar.
- Há, vamos comprar uma maçã.

* Esses dias o Arthur fez um cocô e eu perguntei se ele tinha comido mamão, porque seu cocô estava com cheiro de mamão. Agora ele faz suas necessidades e fala "xixi de arroz" e "cocô de amora".

* Após uma longa caminhada que fizemos juntos ele falou: Minha perna não quer mais andar!

* - Arthur, não ponha isso na boca!
- Eu pus na boooocaaaa... lá, lá, lá, lá lá, lá! (cantando)

* Não sei porque, mas dia desses ele invocou que eu ia levá-lo para tomar vacina. Eu falei que não e que só quando ele tivesse 4 anos que iria tomar de novo. Agora ele vive me perguntando: Mãe, quantos anos eu tenho? ou - Mãe, já é meu aniversário? Eu vou tomar vacina?

* Eu, fazendo cócegas nele. Ele: Eu não sou piano!

MUDANÇA DE ESCOLA

Antes de eu colocá-lo na atual escola, tinha preferência por uma outra que não tinha mais vaga. Deixei meu nome na reserva para esse ano (era improvável) ou só para o ano que vem. Semana passada me ligaram dizendo que houve uma desistência e perguntando se eu tinha interesse na vaga. Aceitei, meio receosa, pois pensei se o Arthur não sofreria com uma mudança tão repentina. Começará semana que vem, fazendo a adaptação, com permanências gradativas, eu ficando na sala junto, etc, etc. A vaga para o ano que vem não era garantida.

Ontem ele falou: Tô com saudades do Peixinho (antiga escola)! - coração apertou.

CIÚMES DO IRMÃO

* Já havia mencionado aqui que o Arthur não fazia mais xixi/cocô na cueca. Agora, de umas semanas pra cá, quase todo dia deixa escapar xixi, e, às vezes, cocô. O engraçado é que ele nunca fez xixi ou cocô na cama (já tiramos a fralda noturna). Nós o levamos pra fazer xixi antes de dormir e, às vezes, nos chama de madrugada pra fazer xixi. Vejo que é pra chamar a atenção mesmo.

* Outra coisa que não fazia há muito tempo: chupar chupeta durante o dia. Ele só chupava na hora de dormir e logo a soltava. Agora, quer ficar o dia inteiro com a chupeta na boca e o cheirinho na mão.

* Às vezes fala para o Daniel: Você é cabeludo! (ele acha que isso é uma ofensa!)

* Pedi pra ele dar um brinquedinho na mão do Daniel. Ele: Tudo é pra morder (reprovando com a cabeça).

* Muitas vezes não sei o que fazer. Ele fica o tempo todo querendo chamar minha atenção com coisas que eu não gosto que ele faça. Tenho algumas opções que vou usando de acordo com a gravidade da desobediência: 1) repreendo na hora (mas, como ele é muito esperto, geralmente ele me desafia na hora que estou amamentando e não posso fazer nada); 2) finjo que não estou vendo (essa é mais usada quando estou fazendo almoço e não posso parar. Mas ele vai aumentando a intensidade até receber a atenção); 3) abaixo, olho nos seus olhos com carinho, falo devagar e baixinho e dou toda a atenção que ele quer (essa quase sempre resolve, mas nem sempre é possível).

Nº 1 OU Nº 2?

Esses dias ele chegou dormindo em casa da escola e o coloquei no sofá. De repente, acordou meio agoniado. Perguntei se queria fazer xixi, ele fez que sim com a cabeça. O levei meio dormindo ao banheiro, abaixei a cueca, segurei o pipi e falei: Pode fazer, filho. Ele começou a fazer força e, de repente: PLOFT no chão! Fez um cocozão que quase caiu no meu pé! Voltou a dormir e só acordou no dia seguinte!

PESO E ALTURA

Medidas em 19/09 (na escola): 13,800 Kg e 97 cm

DANIEL

ROTINA DIÁRIA

- Acorda às 07h para mamar;
- Fica acordado até o próximo mamá, às 10h;
- Dorme às 11h;
- Acorda às 13h pra mamar;
- Fica com a vovó pra eu levar o Arthur na escola;
- Geralmente dorme das 15 às 16h;
- Mama às 16h;
- Fica com a vovó pra eu buscar o Arthur na escola;
- Mama às 19h;
- Geralmente não dorme até o próximo mamá;
- Mama às 22h/23h e dorme até o dia seguinte.

DESENVOLVIMENTO

* Já segura os pezinhos, arranca as meias e fica chupando-as como se fosse um picolé bem docinho e suculento!

* "Conversa" o tempo todo!

* Fica sentadinho, com apoio dos lados.

* Foi no pediatra e já está com o mesmo peso que o Arthur estava na mesma época (depois vou colocar as medidas aqui).

ALIMENTAÇÃO

* O pediatra falou pra dar 120 ml de complemento por dia, e, ocasionalmente, 150 ml. Dei o Aptamil e agora estou dando o Bebelac. O pediatra falou que esses leites de fórmula variam muito pouco e que é pra eu comprar o que tiver mais barato no dia (NAN, Aptamil, Bebelac, etc...)

* Vou começar a tomar o Equilid para aumentar a produção de leite. Às vezes, sinto que ele quer mais, mesmo após o complemento!

* Também por recomendação médica, comecei a dar suquinhos para ele. 1ª vez, dia 29/09. Na verdade, só dei 2 dias (laranja lima) até agora. Eu esqueci! Parece que ele gostou. Era pra dar durante 5 dias a mesma fruta e na semana seguinte, outra fruta. Depois, se ele já estiver sentando sozinho, vou iniciar as papinhas! Aiiiiiiii... Já tá me dando uma canseira!

* Ele adora o Arthur. É só olhar para ele que abre um sorrisão, independente da reciprocidade!

VIAGEM

Estou aflita! Vou viajar sozinha com o Daniel para SP mês que vem para tirar nossos vistos. Iremos e voltaremos no mesmo dia! Alguém já teve essa experiência?

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Em manutenção!

Em manutenção!
.
.
.

(Tentando achar uma forma de baixar minhas fotos no computador. O cabo da minha máquina não está funcionando e o notebook não identifica o cartão de memória! Áááááááááá!)

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Queda de cabelo!

Esqueci de dizer no último post que meus cabelos começaram a cair de novo! Após o nascimento do Arthur aconteceu a mesma coisa! Dizem que é por causa da anestesia do parto e amamentação. Só sei que, antes de ficar careca, radicalizei (mais ou menos!)! Cortei as madeixas à la Sandy! Eis o resultado:


terça-feira, 16 de agosto de 2011

ARTHUR (3 anos e 1 mês) e DANIEL (3 meses)

Definitivamente, sou uma mãe apaixonada e babona! A cada postagem, penso em escrever o quanto amo meus filhos cada vez mais!

ARTHUR

O Arthur é um menino muito carinhoso, musical, inteligente, tem uma memória incrível, etc, etc, etc...

FRASES ARTHURIANAS

- Tem um episódio do Diego (primo da Dora, A aventureira) que ele fala sobre os cães de pradaria. Mas o Arthur insiste em falar "pão de cagaria".

- Agora vive respondendo SEI LÁ, para suas atitudes infantis e inexplicáveis. - Arthur, por quê você jogou isso no chão? - Sei lá!

- Antes de colocá-lo para dormir ele me abraçou forte e disse: Você é tão linda, mãe!

- Com a mão no coração, falou: Mãe, meu coração tá batendo!

- Falando de algo que agora não me lembro, eu disse: Nossa, tá maluco da silva! E ele completou: Da Silva Zattoni!

- Falei pra ele: Bebezuco da mamãe! E ele pra mim: Bebezuco do Arthur!

- Quando não quer emprestar algo, diz: É super meu!

- Não acredito que você "fazeu" isso!

ALIMENTAÇÃO

- Tá com mania de dizer que não gosta de cebola, "só na pizza".

- Ao comer banana, tem que tirar TODOS os fiapos, senão, não come.

Tô achando que o Arthur gosta de representar... Olha o tipo! Tudo fingimento!

Se não for ator, tem futuro como fotógrafo!



 Nós!

Dia dos Pais! 
DANIEL

O Daniel é um bebê muito simpático, sorridente, querido, calminho, etc, etc, etc...

Agora ele dá umas risadinhas durante a mamada. Pára de mamar, me olha, sorri e volta a mamar de novo! É um momento muito gostoso, de grande cumplicidade!

Esse mês foi meio conturbado para meu pequeno.

Em sua última consulta, ainda estava abaixo do peso. O pediatra pediu para dar de 60 a 120 ml de complemento ao dia. Estou dando Aptamil Pepti.

Na madrugada do sábado passado (06/08) tivemos que levar o Daniel no hospital. Durante o dia, reparei que ele estava diferente, incomodado. De noite deu febre e resolvemos levá-lo no hospital. Por causa da gripe, deu infecção no ouvido. Além disso, estava com conjuntivite. Dá-lhe antibiótico!

Hoje ele está 100%, a gripe foi embora e a remelinha do olho também.

Bebê sorriso!

quinta-feira, 21 de julho de 2011

ARTHUR com 3 anos / DANIEL com 2 meses

O Arthur está numa fase muito gostosa. Frases engraçadas a cada dia, palavras novas que não sei de onde vem e manias que não acabam mais.

Frase engraçada:
- Tô divertindo! - falou quando me aproximei dele para ver com o que ele estava brincando!

Ai como eu odeio quando a Dora, a Aventureira manda as crianças falaram MAPA e mais alto! O Arthur já começa berrando, MAAAAPA, e a Dora fala: - Mais alto! Aí o Arthur se esguela, acorda o Daniel e por aí vai! Eu falo pra ele: - Filho, não grita! E ele: Mas a Dora mandou falar mais alto! Grrrrrrr...


As manias do momento são: pipoca de "chocolate" (na verdade é caramelizada, da tiazinha que fica na saída da escola. Essa lucra, heim!), boné da Hot Weels, pulseira do Homem Aranha, com a qual fica atirando teias imaginárias quando está bravo, e o filme Era do Gelo 3 (vejo umas 3 vezes ao dia).


Como estava na cidade da minha mãe* no dia do aniversário do Arthur, resolvi improvisar uma festinha lá. Por conta dessa fixação momentânea pelo Homem Aranha, o tema não poderia ser outro. Ele adorou, claro!
* Fui de avião sozinha com os dois! Foi uma aventura e tanto, mas sobrevivi! (Tema para outro post)

Essa família é muito unida, e também muito ouriçada...


Vovó Norma e os netinhos!


Sopro unilateral!

Presentes feitos pela tia Bel. Lindos!


Depois, ao chegarmos em Curitiba, minha sogra e amigos prepararam outra festinha para o Arthur. Menino chique no úrtimo, com direito a dois PARABÉNS e muitos presentes!


Sogrita!

Presente do papai!

Devo dizer que o ciúmes do irmão continua, firme e forte!

O desfralde foi um sucesso. Nunca mais o Arthur deixou escapar, nem xixi, nem cocô. E já faz umas 2 semanas que a fralda noturna tem amanhecido sequinha. Será que isso quer dizer que não preciso mais colocar fralda nele para dormir?

Tem vezes que ele acorda de manhã e vai assistir desenho ainda com a fralda noturna e pergunta: Tô de fralda? - pra saber se pode ou não fazer xixi/cocô. Fofo!

Meu outro pitchulinho, Daniel, está super sorridente, interagindo bem com todos...




Mas estou bem preocupada com seu peso, pois continua abaixo do que deveria... O pediatra pediu para eu diminuir o tempo da mamada para 20 minutos no peito e dar o restante na mamadeira/copo/seringa. O problema é retirar esse restante com uma bomba. Dá um trabalho e quase não sai nada! Isso tudo é para evitar que ele perca calorias sugando o peito! Voltarei ao pediatra daqui a 2 semanas para ver o resultado.

Além do leite materno, estou dando Adtil (vitamina A e D).

domingo, 26 de junho de 2011

ARTHUR com 2 anos e 11 meses / DANIEL com 1 mês e 15 dias

Estava bem deprê ultimamente, estressada, não querendo ver ninguém, irritada, triste, etc... Acho que foi o tal do Baby Blues. Mas já passou, graças a Deus.

Bom, falemos deles...

ARTHUR
CIÚMES DO IRMÃO

- O ciúmes do irmãozinho chegou pra valer... Quando o Arthur vê ou percebe que vou me aproximar do Daniel, ele entra em ação, fica super agitado e faz qualquer coisa pra chamar minha atenção. Suas ações preferidas são: beijar a cabeça do Daniel freneticamente, deixando um rastro de baba; agarrar o pescoço dele; chegar gritando na orelha dele; assoprar no rosto dele, com direito a chuva de gotículas salivares contaminadas com vírus de gripe, dentre outras coisinhas irritantes fofinhas.

FALANDO PELOS COTOVELOS

- Quem diria que um dia eu ia achar que o Arthur está falando demais? Meu Deus, às vezes tudo o que quero é um pouco de silêncio. Mas a imaginação está fluindo tanto que, se não está falando comigo, fala sozinho, enquanto brinca com seus brinquedos.

- Está com mania de falar: Você é feio!, geralmente depois de ser contrariado.

REMÉDIO

- Depois de 5 dias seguidos de antibiótico injetável que o Arthur tomou, ele aprendeu que é bem melhor tomar via oral. Está tomando remédio que é uma beleza. Precisou tomar antibiótico de novo semana passada, por causa da garganta inflamada, e tomou oralmente, sem escândalo nenhum. Até nos ajudou a lembrar, um dia que esquecemos e o colocamos pra dormir sem tomar o remédio.

ENTRETENIMENTO

- Os desenhos da vez agora são Dora, a Aventureira e Pocoyo.

- Para entreter os pequenos, tem um site bem legal , com jogos educativos bem fáceis, só de apertar uma tecla ou só de mexer o mouse. Vai aí a dica para os dias em que a criatividade está escassa: http://www.elbuhoboo.com/

ALERGIA

Fizemos uma parede embaixo da escada para as crianças poderem escrever nela com giz. Ficamos dias para planejá-la, compramos os materiais necessários para prepará-la, pintá-la, etc. Assim que secou, mostramos a parede para o Arthur, que ficou empolgadíssimo. Qual não foi nossa surpresa quando seu rosto começou a ficar cheio de "picadinhas" vermelhas. Pensei que eram picadas de pernilongo. Mas as "picadas" apareciam e sumiam em lugares diferentes. Demos um banho nele para ver se melhorava e, desde então, a parede foi inutilizada!
DANIEL

- Daniel nasceu dia 03/05, pesando 2,955 kg, 49 cm. Saiu do hospital com 2,670. Dia 10/05, fomos ao pediatra e ele estava com 2,835 kg. Após 1 mês do nascimento, retornamos ao pediatra e ele estava pesando 3,185 kg, 52 cm, abaixo do ideal da tabela de crescimento, o que preocupou o médico. Ele pediu para eu dar Adtil, reduzir as mamadas de 3 em 3h para 2,5h e retornar em 15 dias. Mas, como fiquei preocupada, retornei após 1 semana e ele estava com 3,430. Ótimo resultado, mas, ainda assim, ficou abaixo do ideal, mas está em uma crescente. Vamos aguardar e retornar em 3 semanas.

- Meu pititico já está dando sorrisos e fazendo burburinhos quando conversamos com ele.

- Vacinas OK (hepatite B, BCG e polio).

Apresentação de festa junina na escola!

Viciou nos joguinhos!

Arthur disse que isso era a torcida do estádio...

A parede da alergia. Dá pra ver seu rosto já um pouco vermelho.

domingo, 5 de junho de 2011

Dificuldades na amamentação!

Já sabia que os primeiros dias de amamentação eram mais difíceis, pois dói um pouco mesmo (na verdade, dói muito, mas é suportável!) até o seio acostumar.

Para amamentar o Arthur, usei o intermediário de silicone, mas resolvi não usar com o Daniel, só por uma questão de praticidade.


Mas o que aconteceu desta vez foi diferente. A dor era muuuuuuuuuito forte e sabia que alguma coisa estava errada. Chorava mesmo antes de começar a dar o mamá, só de pensar na dor. Aparentemente não via nada de errado, mas doía demais. Resolvi colocar o intermediário para ver se melhorava, mas a dor continuou e um dia saiu sangue junto com o leite. Imediatamente, entrei em contato com um amigo médico e ele foi até minha casa, pois a situação estava crítica e eu fiquei apavorada com a possibilidade de não poder mais amamentar.

Diagnóstico: fissura no bico do seio. Tive que deixar de dar mamá no seio esquerdo por uns 2 dias, tirar o leite com uma bomba manual para que não empedrasse o seio e dei mamá somente com o seio direito. Além disso, apliquei lanolina no bico. Aos poucos, a dor foi diminuindo.

Depois dessa fissura, no mesmo seio, fiquei com uma dor intensa que não dava pra encostar, e apareceram umas manchas vermelhas. Diagnóstico: mastite. Tomei anti-inflamatório e antibiótico e melhorou quase que instantaneamente.

Hoje não dói absolutamente nada para amamentar (a não ser quando o Daniel resolve dar umas mordidinhas antes de começar a mamar). Esse momento agora é só de alegria.

Sucesso no desfralde!

É com imenso prazer que comunico o sucesso no processo de desfralde do Arthur!

Se o primeiro dia foi desanimador, agora, apenas 10 dias após o início dessa aventura, o Arthur já pede pra fazer xixi e não deixa mais escapar. Quando muito, é uma escapada no dia.

Obrigada a todas que contribuíram com as valiosas dicas!

Bjs!

Olha aí o mocinho com seu mais novo amigo!


domingo, 29 de maio de 2011

Arthur e o Desfralde

DECIDI! Sim, decidi anteontem que, nesse sábado (ontem) iria começar o desfralde do Arthur!

Pensei: Agora que já consigo fazer tudo sozinha (pós-cesárea), não tem desculpa. Estava esperando o Arthur se mostrar mais preparado para tirar as fraldas, mas, como não percebi nem sequer uma nuvem de vontade da parte dele, resolvi pular essa etapa. Afinal, já está com 2 anos e 10 meses e agora tem mais um com fraldas em casa.

Coincidentemente, no dia seguinte, fui à escola para pegar a avaliação trimestral do Arthur, e eles sugeriram que eu retirasse suas fraldas no próximo bimestre, pois, segundo eles (e eu concordo!), ele está mais que pronto para essa façanha.

Então, o sábado chegou e, cheia de confiança, o Arthur acordando, tirei sua fralda e coloquei uma cueca.

Logo na primeira, ele falou que queria fazer xixi, levei-o ao penico e ele fez! Pensei que ia ser fácil. Mas, ao longo do dia foram 2 dentro do penico e 6 escapadas! 6 x 2! Seis cuecas, seis calças, seis meias! E um tênis molhado! Mas estou confiante! Hoje ainda não teve nenhum escapada!

Alguém tem alguma dica boa para compartilhar sobre essa fase de desfralde?

domingo, 22 de maio de 2011

A chegada do DANIEL

Imagens valem mais que palavras, não é?

(Desculpa por ainda não ter conseguido postar sobre o nascimento e os primeiros dias... Prometo fazer isso antes do Daniel fazer 1 ano!)













Related Posts with Thumbnails